Dress a Girl Around the World

[scroll down for English]

Provavelmente já terão ouvido falar no projecto Dress a Girl Around the World, cujo objectivo é fazer e levar vestidos a raparigas de países em desenvolvimento. À primeira vista um vestido poderá parecer pouco, mas é algo incrivelmente necessário e importante no dia-a-dia destas meninas. O movimento em Portugal é relativamente recente mas tem feito um trabalho incrível com a ajuda de centenas de voluntárias.

Estive em Portugal há uns meses e aproveitei para ir entregar alguns vestidos à The Craft Company, uma loja de tecidos e fios em Cascais. Conheci finalmente a Virgínia e a Vanessa e pude assistir ao seu entusiasmo e determinação.

Tem havido vários encontros de costura pelo país fora mas, caso não consigam participar em nenhum, podem sempre fazer vestidos em casa e enviá-los pelo correio (a morada da Craft Company é Praça Dr. Francisco Sá Carneiro, 4B, 2750-350 Cascais). O projecto sugere alguns moldes (vejam aqui) mas não é obrigatório segui-los à risca. O que importa é que os vestidos sejam feitos com tecidos resistentes de fibras naturais, que não sejam muito curtos e que tenham um ou dois bolsos generosos.

Eu fiz vestidos para 6, 8 e 10 anos e segui dois moldes diferentes: os roxos foram feitos com base no modelo K do livro Sew Chic Kids, mas achei a abertura para a cabeça demasiado pequena e acabei ter de descoser alguns pontos nessa área. Para os restantes vestidos usei o molde Tip Top Dress da Petit à Petit. Em ambos os casos acrescentei dois grandes bolsos laterais no género dos bolsos desta saia.

Quando hoje de manhã fui espreitar as minhas mensagens no Instagram vi que a Virgínia me tinha enviado umas fotografias dumas meninas em Cabo Verde com os vestidos que fiz. A expressão de dignidade e orgulho no olhar delas impressionou-me. Fazer um simples vestido pode parecer um gesto insignificante, mas a verdade é que esse mesmo vestido tem potencialmente um impacto positivo na vida de uma futura mulher. Tantas vezes me sinto culpada por ser tão privilegiada e por contribuir tão pouco para o bem-estar de quem me rodeia e o pior é que deixo que esses sentimentos me paralisem. A verdade é que pouco é melhor do que nada. Escrever sobre isto provoca-me algum desconforto, porque parece que estou a dizer “vejam só o que fiz!”, mas acreditem que não é esse o meu objectivo. A minha motivação é apenas passar a palavra e convidar-vos a participar neste projecto.

A Dress a Girl Around the World também aceita materiais de costura, cuecas e calções para rapazes.

***

You’re probably already familiar with the Dress a Girl Around the World campaign. The movement is still  young in Portugal but a lot of work has been done recently with the help of hundreds of volunteers. 

When I was in Portugal a few months ago I took a few dresses I’d made with me and delivered them to The Craft Company, a lovely yarn and fabric shop in Cascais, near Lisbon. I used two different patterns to make my dresses: the purple ones are dress pattern K from Sew Chic Kids but I found the neckline to be way too small. For other dresses I used the Tip Top Dress pattern by Petit à Petit. I added two large pockets to each dress, similar to the ones on this skirt.

When I checked my Instagram messages this morning I saw that Virgínia had sent me some pictures of two girls in Cape Verde wearing my dresses. I so was struck by the look of dignity and pride in their eyes. Making a simple dress may look insignificant but the fact is that that dress can potentially have a positive impact in the life of a future woman. I often feel so guilty by my privileged life and for not doing enough for other people and the worst thing is that I let those feelings paralise me. The truth is, doing a little is better than doing nothing at all. Writing about this makes me uncomfortable because I don’t want you to think that this is about me. Trust me, it’s not. I just want to spread the word and invite you to take part in this project.

Dress a Girl Around the World also accepts other donations, like fabric, sewing notions, undies and shorts for boys.